SEXO ANAL - Annilingus

O pênis e o ânus devem estar limpos. Um bom banho antes faz com que os parceiros se sintam mais seguros e ajuda a relaxar. As unhas devem estar bem cortadas e limpas. O ânus não possui lubrificação natural. Portanto use produtos parar ajudar nesta tarefa. A saliva não é eficiente porque seca muito rápido. A velha e boa vaselina ainda cumpre seu papel, mas atualmente existem produtos mais adequados, como o Eficiency Anal Easy, em gel ou spray solúvel em água e mentolado. Entendendo a anatomia: O corpo humano possui dois esfíncteres (músculos circulares que fazem com que o orifício se contraia e relaxe) anais. O primeiro esfíncter fica na entrada do reto e o segundo uns 3 centímetros mais para dentro. Ao contrário da vagina que é bastante elástica e possui baixa sensibilidade, esses esfíncteres são cheios de terminais nervosos, tornando-os extremamente sensíveis. É por essa razão que a distância entre dor e prazer é tão tênue.

Preliminares - Se as preliminares são importantes em qualquer relação sexual, no sexo anal elas são indispensáveis. A mulher tem que estar excitada, com tesão e querendo muito fazer sexo anal. Sendo assim, capriche nas beijos, nas carícias, nas palavras ("sejamos docemente pornográficos", já dizia o poeta Drumond de Andrade) e use a língua. Afinal, nada mais justo do que cobrir de beijinhos, mordidinhas e lambidas uma coisa que você deseja tanto.

Preparando o terreno - Use o dedo. Ele tem importância fundamental nesse processo. Pegue o Eficiency Anal Easy e espalhe um boa quantidade, fazendo movimentos circulares em torno do ânus. Depois, introduza o dedo bem devagar. Não vá fundo (pelo menos, ainda não). Enfie apenas a ponta do dedo e faça movimentos suaves e lentos de entra e sai. Isso irá ajudar sua parceira a relaxar, além de excitá-la muito. Aos poucos, vá aprofundando a penetração, sempre atento às reações dela. Lembre-se: seu objetivo a ter e dar prazer.

Use a língua - O ato de lamber ou chupar o anus é chamado cientificamente de annilingus. Ao contrário do que muita gente pensa, cunnilingus não é sinônimo de língua no ânus e sim de sexo oral. Penetre o ânus com um ou dois dedos lambuzados de Eficiency Anal Easy. Isso ajudar a relaxar o esfíncter e vai deixar sua parceira ainda mais excitada

Devagar e sempre - Na hora de introduzir o pênis, use mais Eficiency Anal Easy nela e em você também. Quanto mais lubrificado, melhor. Por mais que você esteja a fim, vá com calma. Em geral, a penetração compreende três etapas. Primeiro, encoste a glande (cabeça do pênis) no lugar certo e exerça uma pressão suave mas determinada. Quando a glande estiver dentro, pare, dê um tempo para que o esfíncter se dilate e se acomode à presença dele.

Sussurre umas sacanagens gostosas no ouvido dela, beije seu pescoço, sua nuca, de modo a manter a excitação sempre em alta. No segundo estágio, penetre aos poucos até que a metade do pênis esteja dentro do ânus. Sempre com calma, comece a se movimentar suavemente, lentamente, para dentro e para fora.

 

SEXO ANIMAL - ZOOFILIA

Zoofilia, do grego ζωον (zôon, "animal") e φιλία (filia, "amizade" ou "amor"), é uma parafilia definida pela atração ou envolvimento sexual de humanos com animais. Tais indivíduos são chamados zoófilos. Os termos zoossexual e zoossexualidade descrevem toda a gama de orientação humana/animal. Um outro termo, bestialidade, se refere ao ato sexual entre um humano e um animal não-humano (chamado a partir daqui apenas "animal"). Porém, são termos distintos: nem toda pessoa que pratica bestialidade tem atração por animais, e nem todo zoófilo pratica atividade zoossexual. Enquanto a zoofilia é legal em alguns países, não é explicitamente aceita, e na maioria dos países atos sexuais com animais são ilegais, sob as leis de abuso animal e crueldade contra os animais, e menos comum, crime contra a natureza. O filósofo e autor Peter Singer, envolvido em vários movimentos pelos direitos dos animais, defende que a zoofilia não é antiético desde que não haja dano ou crueldade contra o animal, mas esta visão não é largamente compartilhada, pois a maioria defende que os animais, assim como as crianças, não são capazes de consentir emocionalmente tal ato.

Doenças: De acordo com o Estatuto de Medicina Legal, estas são as patologias relacionadas à zoofilia: Profilaxia da varíola, Ceratite por vírus herpes simplex (HSV), Profilaxia da influenza A cepa asiática,todas as cepas de vírus influenza A,Ceratite por HSV,Encefalite por HSV,Infecção disseminada e localizada por HSV em neonatos,Infecção primária genital por HSV, Infecção mucocutânea por HSV em hospedeiro imunodeprimido,Ceratite por HSV,Infecção pelo vírus respiratório sincicial,Hepatite C, AIDS,Sarcoma de Kaposi em aidético, etc.

Algumas leituras da Psicologia, fundamentada na Teoria Freudiana, classificam a Zoofilia como um transtorno da sexualidade humana. A Classificação Internacional de Doenças (CID-10), na categoria F65.8 (Outros Transtornos de Ordem Sexual) aborda a bestialidade. Nas leituras tradicionais a zoofilia é considerada como uma perversão sexual humana, associando-a a transtornos neuróticos, rudez, insensibilidade e grosseria aliada à um bloqueio afetivo de amor a um parceiro humano.

As associações diretas entre a zoofilia e transtornos neuróticos referenciados no artigo citado devem ser vistos com alguma ponderação: vários outros transtornos mentais foram revistos ao longo da história da psicologia. De acordo com as teorias modernas a zoofilia poderia ser considerada como um transtorno mental se causar um enorme sofrimento humano à pessoa que a pratica. Há de se considerar, contudo, que as relações sexuais entre seres humanos e seres animais poderiam ser vistas como uma forma de abuso animal como citam algumas leituras. Em contrapartida é bem conhecido que muitos jovens chegam a manter relações sexuais com animais em sua adolescência sem que isso possa ter qualquer apelo dramático.

Vídeos Sexo Anal

 

 

Vídeos Sexo Oral


 

Nós Recomendamos

Sexo Gratis Animal
Em Breve Vídeos Sexo com Animal

como aumentar o penis
Material completo em CD ROM + DVD ROM + LIVRO IMPRESSO, Único site do ramo que dá suporte por telefone deste método Fisioterápico, durante seu tratamento..

Fisioterapia Peniana
Exercícios Fisioterápicos para musculatura peniana, Seu pênis agradece. sua parceira também.

Guia Completo - 1

Sexo Vaginal Em muitas mulheres o períneo é repleto de terminais nervosos e, portanto, muito sensível ao ser tocado ou lambido, o que pode ser muito excitante.

Guia Completo - 2

Sexo Oral Algumas mulheres adoram receber e fazer. Ótimo! Se você é uma delas, aproveite as dicas e aprimore suas técnicas,  Saiba Mais...

Guia Completo - 3

Sexo Anal - A prática do Sexo Anal pode ser uma forma muito prazerosa de inovar na cama. Se você deseja praticar mas não sabe muito bem como começar, confira dicas de especialistas...